RM028 | Romanos 4:11b a 13 | Deus Aceita a Fé para o Proveito de Todos

Texto Bíblico | As Sagradas Escrituras Mostram que Abraão É o Pai de Todos os Crentes | 4.2.1

11 Para que fosse pai de todos os que crêem, estando eles também na incircuncisão; a fim de que também a justiça lhes seja imputada;

12 E fosse pai da circuncisão, daqueles que não somente são da circuncisão, mas que também andam nas pisadas daquela que teve nosso pai Abraão, que tivera na incircuncisão.

13 Porque a promessa de que havia de ser herdeiro do mundo não foi feita pela lei a Abraão, ou à sua posteridade, mas pela justiça da .

 Comentário

Desde que a circuncisão de Abraão viesse após a sua imputação da justiça, então ele podia ser o pai de todas as pessoas que confiam [1] em Deus e [2] não em si mesmos (vv.11, 12). Estes dois grupos são iguais, pois se um homem verdadeiramente confiar em Deus pela justiça, então não mais confiará em si mesmo. Isto também é o verdadeiro significado da remoção da carne na circuncisão, desde que a carne seja simbólica das habilidades do homem. Um homem é circuncidado como um sinal que abandonou confiança no seu próprio poder e agora confia no poder de Deus.

Abraão recebeu muitas promessas de Deus pela fé. Você pode ler de algumas delas em Gn 12:1 a 3, 7; 13:14 a 18; 15:1 a 21; 17:1 a 22. Estas promessas serão realizadas quando Abraão e seus filhos se tornarem “herdeiro do mundo” (v.13). Esta promessa maravilhosa quer dizer que seus filhos ocuparão toda a terra.

O efeito completo desta promessa não é onde Abraão se torna um rei e judeus se tornam seus cidadões; mas sim, isto se refere ao reino de Jesus Cristo que subjugará todos os outros reinos.

Perguntas Interativas

  1. De quem é Abraão o pai, desde que a justiça lhe fosse imputada antes da sua circuncisão?
  2. Através do que foi a promessa feita a Abraão e sua posteridade que eles seriam o herdeiro do mundo?

Palavras-Chave

  • Abraão – Homem que os judeus consideram seu pai; porém, ele na verdade é o pai de todos que tem a fé
  • Circuncisão – Aqui, a remoção da carne
  • – Confiança
  • Herdeiro – Alguém que recebe algo especificamente lhe separado
  • Imputada – Atribuída; aqui, algo dado um atributo por causa de outro atributo
  • Justiça – Aquilo que alcança o padrão de Deus
  • Mundo – Todas as pessoas
  • Posteridade – Filhos
  • Lei – Aqui, o padrão de Deus dado aos judeus

RM027 | Romanos 4:9 a 11a | A Imputação da Fé (e Não das Obras) por Justiça

Texto Bíblico | As Sagradas Escrituras Mostram que Abraão Tinha a Imputação da Sua Fé por Justiça Antes da Sua Circuncisão | 4.1.3

Vem, pois, esta bem-aventurança sobre a circuncisão somente, ou também sobre a incircuncisão? Porque dizemos que a foi imputada como justiça a Abraão.

10 Como lhe foi, pois, imputada? Estando na circuncisão ou na incircuncisão? Não na circuncisão, mas na incircuncisão.

11 E recebeu o sinal da circuncisão, selo da justiça da quando estava na incircuncisão,

 Comentário

Os judeus geralmente se referiam a si mesmos como a “circuncisão” e a todos os outros como a “incircuncisão.” (Veja I Sm 14:6; 31:4; I Cr 10:4.) Em capítulo dois, porém, Paulo ensinou que aqueles títulos eram para distinguir as pessoas que agradam a Deus daqueles que não O agradam.

Em capítulo quatro, Paulo estreita a definição destas palavras até mais. Primeiro, usa-as como os judeus as usariam (v.9), depois do qual ele volta ao seu uso original (v.11).

Paulo faz duas perguntas. Primeiro, “Vem, pois, esta bem-aventurança sobre a circuncisão somente, ou também sobre a incircuncisão?” (v.9)? Em outras palavras, Deus perdoará somente os judeus ou perdoará também os gentios dos seus pecados? Perdoará ambos.

Ele fortalece este ponto por meio de uma segunda pergunta. “Como lhe foi, pois, [a justiça] imputada? Estando [Abraão] na circuncisão ou na incircuncisão?” (v.10). Deus imputou a justiça antes ou depois ele foi circuncidado fisicamente? Deus lhe imputou-a antes; portanto, a circuncisão não lhe deu a justiça, mas a justiça fez que a circuncisão fosse necessária (v.11).

Isso contradiz mutio a idéia judaica. Os judeus pensavam que sua participação na circuncisão foi suficiente para identificá-los com Abraão; como se a prática por si mesmo fosse suficiente para fazer Abraão seu pai espiritual. Paulo mostra que na verdade a circuncisão não é um meio de dar a justiça, mas é uma marca que identifica o homem como alguém que já obteve a justiça pela fé.

Perguntas Interativas

  1. A justiça foi imputada a Abraão quando estava na circuncisão ou na incircuncisão?
  2. Qual foi o selo da justiça da fé que Abraão tinha?

Palavras-Chave

  • Bem-aventurança – Felicidade; alegria
  • Circuncisão – Aqui, (v.9) judeus identificados pela remoção da carne; (vv.10, 11) a remoção da carne
  • – Confiança
  • Imputada – Atribuída; aqui, algo dado um atributo por causa de outro atributo
  • Incircuncisão – Aqui, (v.9) os gentios; (v.10) estado de não ter a carne removida
  • Justiça – Aquilo que alcança o padrão de Deus
  • Selo – Autenticação; confirmação; sinal indacando que algo é genuíno, real ou verdadeiro

RM025 | Romanos | Índice de Capítulo 04

Capítulo 04 | A Justiça de Abraão

4.1.1 A Imputação da Fé (e Não das Obras) por Justiça (vv.1 a 11a)

4.1.1 As Sagradas Escrituras Mostram que Abraão Tinha a Sua Fé Lhe Imputado por Justiça

4.1.2 As Sagradas Escrituras Mostram que sem Fé o Homem Terá o Seu Pecado Lhe Imputado

4.1.3 As Sagradas Escrituras Mostram que Abraão Tinha a Imputação da Sua Fé por Justiça Antes da Sua Circuncisão

4.2.1 Deus Aceita a Fé para o Proveito de Todos (vv.11b a 25)

4.2.1 As Sagradas Escrituras Mostram que Abraão É o Pai de Todos os Crentes

4.2.2 As Sagradas Escrituras Mostram que a Fé É Imputada por Justiça para o Proveito de Toda a Humanidade

4.2.3 Os Escritos Judaicos (O Velho Testamento) Registra a Fé de Abraão para o Proveito de Todos os Crentes de Hoje

RM024 | Romanos 3:27 a 31 | O Propósito da Lei Revelado por Fracassos Judaicos

Texto Bíblico | A Lei Tira a Bazófia de Todo Homem | 3.2.4

27 Onde está logo a jactância? É excluída. Por qual lei? Das obras? Não; mas pela lei da

28 Concluímos, pois, que o homem é justificado pela sem as obras da lei.

29 É porventura Deus somente dos judeus? E não o é também dos gentios? Também dos gentios, certamente, 

30 Visto que Deus é um só, que justifica pela a circuncisão, e por meio da a incircuncisão.

Texto Bíblico | A Lei É Estabelecida Através da Justificação pela Fé | 3.2.5

31 Anulamos, pois, a lei pela ? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a lei.

Comentário

Se por acaso haja uma lei que faz os homens aceitáveis ao ver de Deus, Paulo conclui que é “a lei da fé” (v.27). Neste uso da palavra “lei,” Paulo está fazendo um jogo de palavras. A palavra “lei” pode se referir especificamente à lei de Deus ou simplesmente a um padrão fixo. Por isso, então, alguém pode dizer que há uma lei pela qual os homens são justificados, mas não é a lei dada aos judeus. Ao invés disso, é o padrão fixo da fé em Jesus Cristo; isto é, somente uma regra deve ser obedecido para o perdão—a crença em Cristo.

O perdão que vem através da fé é para ambos os judeus e gentios (v.29). Paulo basea isso no fato que “Deus é um só” (v.30).


Em conclusão, Paulo fala mais uma vez por causa dos seus oponentes. Eles argumentavam que os ensinos de Paulo fizeram que a lei dada aos judeus fosse desnecessária (At 21:28). Paulo nunca alegou isto. Na verdade, seus ensinos não danificam a lei, mas sim estabelecem a lei (v.31). De qual maneira? Enquanto a lei poderia existir sem o evangelho, o evangelho nunca poderia existir sem a lei.

(Por um estudo mais avançado, considere de qual maneira a lei leva os homens a Cristo e é, portanto, uma parte muito importante do evangelho. Veja Gl 3:24. Também, lembre-se de que a ausência da lei nas vidas dos gentios não significa que o evangelho é desnecessário para eles. Eles têm a obra da lei nos seus corações. Revise capítulo 2 para entender isso.)

Perguntas Interativas

  1. O que justifica o homem nos olhos de Deus?
  2. Qual resultado vem à lei pelos ensinos de Paulo?

Palavras-Chave

  • Anulamos – Abolimos; negamos a importância; eliminamos; cancelamos a validade
  • Circuncisão – Aqui, os judeus sendo identificados pela remissão da carne
  • Incircuncisão – Aqui, os gentios sendo identificados por não ter a remoção da carne
  • Estabelecemos – Aqui, confirmamos a validade e força
  • Gentios – Aqui, os que não são judeus
  • – Aqui, confiança
  • Lei – Aqui, padrão que não muda
  • Jactância – Ato de gloriar-se; bazófia
  • Justifica – Libera da penalidade do pecado; faz não condenado
  • Justificado – Considerado não culpado diante de Deus
  • Judeus – Aqui, aqueles que foram dados a lei de Deus
  • Obras – Atos
  • Porventura – Talvez

RM019 | Romanos 3:1 a 4 | A Vantagem do Judeu Revelada por Objeções Judaicos

Texto Bíblico | Paulo Faz o Judeu Orgulhoso Lembrar que o Seu Coração É o Que Importa a Deus | 3.1.1

QUAL é logo a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão?

Muita, em toda a maneira, porque, primeiramente, as palavras de Deus lhe foram confiadas.

Texto Bíblico | A Fidelidade de Deus ao Judeu Embora Falte Fé em Alguns Judeus | 3.1.2

Pois quê? Se alguns foram incrédulos, a sua incredulidade aniquilará a fidelidade de Deus?

De maneira nenhuma; sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso; como está escrito: Para que sejas justificado em tuas palavras, E venças quando fores julgado.

Comentário

O evangelho sempe tem tido oposição, especialmente pelos judeus, pois as reivindicações do evangelho pertubam o conforto que eles recebem das suas práticas religosas e da sua herança judaica. Além disso, os judeus são humilhados, porque o evangelho mostra que eles não são melhores do que os gentios.

Os judeus muitas vezes contendavam com Paulo e ocasionalmente ficavam violentos. Deus protegia Paulo e lhe permitia colocar por escrito os seus argumentos. Capítulo três especialmente mostra os resultados disso. Enquanto Paulo apresentava a verdade evangelho aos judeus, eles retornaram com perguntas. Paulo escreve este capítulo antecipando aquelas mesmas perguntas; portanto, o leitor deve notar este diálogo. Paulo presentará a verdade e também fará as perguntas dos seus leitores.

Primeiro, os judeus alegavam que o evangelho faz que ser judeu seja sem valor (v.1). Paulo contesta este argumento. A humanidade precisa saber quem Deus é, e Deus especificamente decidiu confiar este conhecimento aos judeus. Nenhum outro povo na terra tinha as Sagradas Escrituras (“as palavras de Deus” v.2) naquela época. Enquanto a natureza revela a divindade e o poder eterno de Deus, somente as Escrituras revelam quem Ele é e o que Ele espera da humanidade. Isso dá os judeus vantagem tremenda sobre os gentios.


Em segundo lugar, os judeus argumentavam que se ser judeu não concede favor com Deus, então Deus deve ser culpado por não cumprir as promessas aos judeus (v.3). Por quê? Desde o promessa de Deus para fielmente abençoar os judeus requeria que os judeus permanecessem fieis a Ele, e eles falharam, então Suas promessas não adiantam. Deus e Suas “palavras” permanecem verdadeiros, mesmo assim, não importando como os judeus mau manejam-os. Paulo então cita as Sagradas Escrituras (Sl 116:11) que levam a uma conclusão: Quando Deus é difícil de ser entendido sempre conclua que Ele está certo, ainda que pareça errado (v.4)

Perguntas Interativas

  1. O que foi confiado aos judeus que lhes deu a vantagem sobre os gentios?
  2. Qual foi a resposta de Paulo à questão de saber se a descrença por parte de alguns dos judeus aniquilaria a fidelidade de Deus?

Palavras-Chave

  • Circuncisão – Aqui, a prática de remover a carne
  • Divindade – O fato que Deus é Deus
  • Eterno – Sem princípio e sem fim; para sempre
  • Fidelidade – Não parar de fazer o certo
  • Gentios – Aqui, os que não são judeus
  • Judeu – Aqui, alguém especialmente dado a lei de Deus
  • Justificado – Sem pecado; sem culpa
  • Sagradas Escrituras – Aqui, escritos distintamente inspirados por Deus conhecidos como os livros do Velho Testamento; Gênesis a Malaquias

RM017 | Romanos 2:25 a 29 | Deus Julga Ambos o Judeu e o Gentio

Texto Bíblico | Paulo Faz o Judeu Orgulhoso Lembrar que o Seu Coração É o Que Importa a Deus | 2.2.3

25 Porque a circuncisão é, na verdade, proveitosa, se tu guardares a lei; mas, se tu és transgressor da lei, a tua circuncisão se torna em incircuncisão.

26 Se, pois, a incircuncisão guardar os preceitos da lei, porventura a incircuncisão não será reputada como circuncisão

27 E a incircuncisão que por natureza o é, se cumpre a lei, não te julgará porventura a ti, que pela letra e circuncisão és transgressor da lei?

28 Porque não é judeu o que o é exteriormente, nem é circuncisão a que o é exteriormente na carne.

29 Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão a que é do coração, no espírito, não na letra; cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus.

Comentário

Deus se deleita em pessoas genuínas. Ele dá-lhes favor, pois guardam a lei ambos exteriormente e interiormente. Deus não tem prazer na hipocrisia.

O judeu era culpado de hipocrisia. Guardava certas partes da lei, mas não toda a lei. Aparecia genuíno a muitos, mas Deus via o seu coração. Era falso. Paulo disse: “Não é judeu” (v.28). Esta é uma acusação muito forte direcionada ao judeu especificamente porque ele era circuncidado sem uma mudança de coração (v.29).

A circuncisão representa a remoção da carne. A palavra “carne” (v.28) pode ter significados diferentes, mas muitas vezes se relata àquilo que é mau no homem. Paulo acusa o judeu de remover carne do seu corpo, mas não a carne do mal do seu coração. Por essa razão, Paulo depois declara que o judeu permanece “na carne” (Rm 8:8). Um homem deve ser circuncidado no coração ou a circuncisão do corpo não terá significado nenhum.

Paulo contrasta esta hipocrisia com o gentio que guarda a lei. Ele nunca tem sido circuncidado, mas seu coração é reto com Deus. Paulo chama este gentio de um judeu. Por isso, Paulo remove a palavra desagradável “incircuncisão” (vv.25, 26) do gentio obediente e a coloca no judeu hipócrita.

(Por fim, nem o judeu nem o gentio tem obedecido completamente a lei de Deus. O ponto de Paulo, porém, permanece verdadeiro. Deus se interessa em pessoas genuínas sem considerar a sua aderência a rituais e a ritos.)

Perguntas Interativas

  1. O que deve ser feito para que a circuncisão do judeu seja proveitosa?
  2. O que deve ser verdadeiramente circuncidado para que a circuncisão da carne seja proveitosa?

Palavras-Chave

  • Carne – Aqui, o corpo
  • Circuncisão – Remoção da carne como um selo de confirmação
  • Coração – Aqui, parte invisível do homem que toma decisões
  • Espírito – Parte invisível do homem; aquilo que está motivado a agir no homem (contraste com “coração” que faz a motivação)
  • Gentio – Aqui, alguém nunca circuncidado fisicamente
  • Incircuncisão – A carne não está removida
  • Judeu – Aqui, aqueles que são escolhidos e agradáveis a Deus
  • Julgará – Condenará; Porá em dúvida
  • Lei – Aqui, o padrão escrito de Deus do certo e do errado dado aos judeus
  • Letra – Aqui, as próprias palavras da lei
  • Louvor – Honra
  • Preceitos – Mandamentos declarando o padrão de Deus
  • Transgressor – Alguém que quebra a lei de Deus; Alguém que atravessa a faixa de Deus