RM019 | Romanos 3:1 a 4 | A Vantagem do Judeu Revelada por Objeções Judaicos

Texto Bíblico | Paulo Faz o Judeu Orgulhoso Lembrar que o Seu Coração É o Que Importa a Deus | 3.1.1

QUAL é logo a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão?

Muita, em toda a maneira, porque, primeiramente, as palavras de Deus lhe foram confiadas.

Texto Bíblico | A Fidelidade de Deus ao Judeu Embora Falte Fé em Alguns Judeus | 3.1.2

Pois quê? Se alguns foram incrédulos, a sua incredulidade aniquilará a fidelidade de Deus?

De maneira nenhuma; sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso; como está escrito: Para que sejas justificado em tuas palavras, E venças quando fores julgado.

Comentário

O evangelho sempe tem tido oposição, especialmente pelos judeus, pois as reivindicações do evangelho pertubam o conforto que eles recebem das suas práticas religosas e da sua herança judaica. Além disso, os judeus são humilhados, porque o evangelho mostra que eles não são melhores do que os gentios.

Os judeus muitas vezes contendavam com Paulo e ocasionalmente ficavam violentos. Deus protegia Paulo e lhe permitia colocar por escrito os seus argumentos. Capítulo três especialmente mostra os resultados disso. Enquanto Paulo apresentava a verdade evangelho aos judeus, eles retornaram com perguntas. Paulo escreve este capítulo antecipando aquelas mesmas perguntas; portanto, o leitor deve notar este diálogo. Paulo presentará a verdade e também fará as perguntas dos seus leitores.

Primeiro, os judeus alegavam que o evangelho faz que ser judeu seja sem valor (v.1). Paulo contesta este argumento. A humanidade precisa saber quem Deus é, e Deus especificamente decidiu confiar este conhecimento aos judeus. Nenhum outro povo na terra tinha as Sagradas Escrituras (“as palavras de Deus” v.2) naquela época. Enquanto a natureza revela a divindade e o poder eterno de Deus, somente as Escrituras revelam quem Ele é e o que Ele espera da humanidade. Isso dá os judeus vantagem tremenda sobre os gentios.


Em segundo lugar, os judeus argumentavam que se ser judeu não concede favor com Deus, então Deus deve ser culpado por não cumprir as promessas aos judeus (v.3). Por quê? Desde o promessa de Deus para fielmente abençoar os judeus requeria que os judeus permanecessem fieis a Ele, e eles falharam, então Suas promessas não adiantam. Deus e Suas “palavras” permanecem verdadeiros, mesmo assim, não importando como os judeus mau manejam-os. Paulo então cita as Sagradas Escrituras (Sl 116:11) que levam a uma conclusão: Quando Deus é difícil de ser entendido sempre conclua que Ele está certo, ainda que pareça errado (v.4)

Perguntas Interativas

  1. O que foi confiado aos judeus que lhes deu a vantagem sobre os gentios?
  2. Qual foi a resposta de Paulo à questão de saber se a descrença por parte de alguns dos judeus aniquilaria a fidelidade de Deus?

Palavras-Chave

  • Circuncisão – Aqui, a prática de remover a carne
  • Divindade – O fato que Deus é Deus
  • Eterno – Sem princípio e sem fim; para sempre
  • Fidelidade – Não parar de fazer o certo
  • Gentios – Aqui, os que não são judeus
  • Judeu – Aqui, alguém especialmente dado a lei de Deus
  • Justificado – Sem pecado; sem culpa
  • Sagradas Escrituras – Aqui, escritos distintamente inspirados por Deus conhecidos como os livros do Velho Testamento; Gênesis a Malaquias

RM009 | Romanos 1:20 a 23 | Deus Revela a Sua Natureza / O Homem Revela a Sua Rejeição de Deus

Deus Revela a Sua Natureza

Texto Bíblico A | A Revelação de Deus e o Seu Poder Eterno da Natureza | 1.2.3

20 Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;

O Homem Revela a Sua Rejeição de Deus

Texto Bíblico B | Ingratidão (Fase 01): O Homem Loucamente Rejeita a Deus | 1.3.1

21 Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.

22 Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.

Texto Bíblico C | Idolatria (Fase 02): O Homem Muda a Glória de Deus

23 E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.

Comentário

Toda a natureza declara que há um Deus e que Ele tem poder eterno. O sol, a lua e as estrelas, as árvores, as pedras, as aves e os peixes, os animais terrestres, os insetos e os homens todos tem a impressão digital celestial. O corpo humano desenhado de uma maneira abundantemente superior à qualquer invenção humana, também, ousadamente declara que Deus é o seu autor. Estes fazem visíveis o Deus invisível à humanidade. Deus aceita a declaração da Sua existência pela natureza como suficiente a fim de que os homens “fiquem inescusáveis” (v.20). O ateísmo é inaceitável a Deus.

(Para um estudo mais avançado, considere que somente os homens que são capazes de raciocinar ficam “inescusáveis.” Isso deixa espaço para aqueles cujas mentes são fracas. Um infante não consegue raciocinar da natureza que Deus existe, e há aqueles cujas mentes nunca foram permitidas a compreender o eterno poder e a divindade de Deus. Claramente estas pessoas ficam escusáveis. Deus nunca terá raiva contra alguém inocente. Refira-se às palavras de Davi também em II Sm 12:23.)

Sprout.


Ninguém pode escusar sua responsabilidade a Deus baseada no fato que Deus é invisível. A natureza tem um testemunho demasiado definido que comprova a Sua existência. Quando os homens, porém, detém a verdade de Deus nos seus corações, mas ainda desviam dEle, a idéia que Deus não existe ou simplesmente não se importa se torna acreditável. Isto começa quando os homens não glorificam a Deus (v.21); eles simplesmente ignoram a Sua presença e poder. Então, os homens ignoram seu cuidado e preocupação com eles; seus corações se tornam ingratos. Deus permite que seus corações estejam cobertos por escuridão, que suas mentes creiam coisas absurdas e que suas percepções da verdade sejam pervertidas. Seu ponto de vista de Deus fica denigrado, e seu ponto de vista de si mesmo é elevado (“dizendo-se” v.22).


Deus permanece glorioso e imortal, não importa o que os homens dizem. Suas negações nem O mudam nem preenchem o vazio nos seus próprios corações.

Isto leva à idolatria. As pessoas se ajoelham às imagens que se parecem às criaturas (v.23). Que triste que a humanidade rejeitará o Deus infinito por imagens feitas por homens de animais e insetos!

(Para um estudo mais avançado, considere a idolatria inerente na lealdade à teoria da evolução. Também, note o grande interesse por muitos ateus em idéias supersticiosas, seres extraterrestres e sorte.)

Perguntas Interativas

  1. Quais são as duas coisas de Deus que são claramente vistos para que o homem fique inescusável por viver na injustiça?
  2. O que se obscureceu no homem quando decidiu pensar erradamente de Deus e de si mesmo?
  3. O que de Deus foi mudado pelo homem enquanto seu coração insensato se obsureceu?

Palavras-Chave

  • Ateísmo – Negação de que Deus existe
  • Coração – Parte invisível do homem que toma decisões
  • Corruptível – Aquilo que pode apodrecer/morrer; mortal
  • Criação – Ato de Deus pelo qual o céu e a terra e tudo que pertence a eles existe
  • Desvaneceram, se – Tornaram vazios ou nulos
  • Divindade – Natureza divina (de Deus)
  • Eterno – Sem começo e sem fim e que existe para sempre
  • Glorificaram –  Fizeram saber quem Deus exatamente é
  • Glória – Esplendor
  • Idolatria – Adoração de Deus de uma forma corrupta ou adorando um deus falso
  • Incorruptível – Aquilo que não pode apodrecer/morrer; imortal