RM008 | Romanos 1:17 a 19 | Deus Revela a Sua Natureza

Texto Bíblico A | A Revelação da Justiça de Deus do Evangelho | 1.2.1

17 Porque nele se descobre a justiça de Deus de em , como está escrito: Mas o justo viverá pela fé.

Texto Bíblico B | A Revelação da Ira de Deus do Céu | 1.2.2

18 Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça.

19 Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou.

Comentário

Paulo, depois de declarar o poder do evangelho para salvar, anuncia o poder dele para revelar (“nele se descobre” v.17). Especificamente, o evangelho revela que a única justiça aceitável  a Deus é a de Jesus Cristo. É assim porque a mensagem do evangelho rejeita qualquer outra justiça sendo abaixo do padrão de Deus.

As Santas Escrituras confirmam esta verdade. Por essa razão, Paulo cita o profeta Habacuque, que disse: “O justo pela sua fé viverá” (Hc 2:4). Esta citação e o argumento de Paulo concordaram uns com os outros, mas ambos foram ao contrário do que muitos crêem. Muitos crêem que Deus aceita a justiça do homem, como se as suas boas obras excedessem as suas más obras. Fé, porém, não os nossos esforçõs, concede justiça.


Cyclonic Weather and Flood Water Smoky Cap Beach Hat Head NSW

Deus está com raiva. Revelou esta ira do “céu” (v.18). Dois tipos de destruição veem do céu. O primeiro é água; o segundo é fogo. O primeiro foi mais osadamente visto no dilúvio de Noé (Gn 6 a 9). O segundo, fogo, é ainda para ser visto, mas há muitas coisas ditas sobre ele na Bíblia (II Ts 1:6 a 9; II Pe 3:10 a 12; Ap 20:9).

Medion   DIGITAL CAMERA

Deus prometeu com o arco-íris que sua ira nunca traria outro dilúvio global (Gn 9:13 a 15), mas estando com raiva até hoje, o fogo do céu ainda está por vir. Enquanto o arco-íris nos lembra da misericórdia de Deus, os relâmpagos do céu devem nos lembrar da ira de Deus. (Para estudos avançados, considere o fogo que caiu muitas vezes no Velho Testamento, especialmente nos holocaustos, que eram sombras de Jesus Cristo. Veja I Cr 21:26. Note, porém, que assim como o fogo consumiu o sacrifício velhotestamentário, o sacrifício novotestamentário consumiu o fogo!)

Deus tem raiva dos homens que conhecem a verdade mas a rejeitam. Isto os levam a viver ao contrário dos padrões de Deus. No fim, aqueles que rejeitam a verdade estão rejeitando a Deus. Porventura, alguns alegem que eram ignorantes, mas Paulo cuidadosamente lhes mostra que Deus tem se manifestado claramente (v.19). Qualquer rejeição da verdade é motivo suficiente para provocar a ira de Deus.

Perguntas Interativas

  1. Como é a justiça de Deus revelada no evangelho?
  2. O que os homens detêm em injustiça que provoca a ira de Deus?

Palavras-Chave

  • Céu – Aqui, a atmosfera
  • – Confiança nas promessas de Deus, não condicionada nas obras do homem, mas simplesmente na fidelidade de Deus
  • Impiedade – Viver longe de Deus
  • Injustiça – Aquilo que não cumpre a norma de Deus e é completamente inaceitável a Ele
  • Ira – Raiva
  • Justiça – Aquilo que cumpre a norma de Deus
  • Justo – A pessoa não achada culpada perante Deus
  • Manifesta, se – É feito conhecido
  • Nele – Aqui, no evangelho
  • Santas Escrituras – Aqui, escritos nitidamente autorados por Deus conhecidos como os livros do Velho Testamento: Gênesis a Malaquias
  • Verdade – A interpretação absolutamente correta da realidade, especialmente de Deus baseada nas coisas que são feitas

RM005 | Romanos 1:1 a 7a | Paulo Revela o Seu Coração

Texto Bíblico | A Saudação Evangelho de Paulo | 1.1.1

1 PAULO, servo de Jesus Cristo, chamado para apóstolo, separado para o evangelho de Deus.

2 O qual antes prometeu pelos seus profetas nas santas escrituras,

3 Acerca de seu Filho, que nasceu da descendência de Davi segundo a carne,

4 Declarado Filho de Deus em poder, segundo o Espírito de santificação, pela ressurreição dentre os mortos, Jesus Cristo, nosso Senhor,

5 Pelo qual recebemos a graça e o apostolado, para a obediência da entre todas as gentes pelo seu nome,

6 Entre as quais sois também vós chamados para serdes de Jesus Cristo.

7a A todos os que estais em Roma, amados de Deus, chamados santos:

Comentário

Paulo começou esta epístola aos Romanos com uma saudação típica do seu dia (AD 60), embora fosse claramente cristã. Enfatizou o seu serviço, chamado e separação, os quais estabeleceram a sua autoridade no evangelho. (Você pode ler sobre o chamado e serviço de Paulo em Atos 9:1 a 22 e sobre sua separação àquele serviço em Atos 13:1 a 4.)

O evangelho são as boas novas de Jesus Cristo e sua obra completa para salvar a humanidade do pecado. Durante séculos, este evangelho havia sido profetizado por homens santos de Deus. As profecias foram registradas nas “santas escrituras” (v.2), conhecidas hoje como os livros do Velho Testamento de Gênesis a Malaquias. Paulo enfatizou que Jesus Cristo combinava perfeitamente com aquelas profecias em que [1] era o Filho de Deus; [2] o Filho de Davi; e, [3] vitorioso sobre a morte (“pela ressurreição” v.4).

Jesus Cristo, depois de ressuscitar dentre os mortos, dava homens especialmente escolhidos a “graça” (v.5) para pregar o evangelho e realizar milagres. A mensagem viajava rapidamente por todo o mundo conhecido. Os apóstolos viajavam contra a oposição compartilhando com as pessoas a notícia maravilhosa que Deus enviou Seu Filho, Jesus Cristo, cuja morte e ressurreição forneceram a salvação do pecado. Deus dava estes homens a graça para pregar esta mensagem de modo que homens de todas as nações obedecessem seu único mandamento—creiam em Jesus Cristo (“a obediência da fé” v.5).

O evangelho já tinha sido pregado e crido em Roma. (Ninguém sabe quem o levou lá primeiro.) Paulo, portanto, já chamava os recipientes da sua epístola “santos” (v.7), uma palavra que expressa sua natureza transformada; isto é, antes da vinda do evangelho eram pecadores culpados e condenados, agora, por fé, eram sem culpa diante de Deus.

Perguntas Interativas

  1. Para que Deus separou o apóstolo Paulo?
  2. Os profetas de Deus profetizaram a vinda de quem nas Santas Escrituras?
  3. Jesus foi declarado o que pela ressurreição dos mortos?
  4. Onda habitavam os santos que receberam a epístola de Paulo?

Palavras-Chave

  • Apóstolo – Homem direitamente enviado por Jesus para pregar o evangelho
  • Amados – Pessoas queridas a outra pessoa
  • Carne – Aqui, refere-se a humanidade em oposição à divindade (Deus)
  • Chamado(s) – (v.1) Enviado por Deus para realizar uma tarefa específica; (vv.6, 7a) Salvos do pecado por Jesus Cristo
  • Descendência de Davi – O prole do maior rei terrestre de Israel
  • Epístola – Carta
  • Espírito de Santificação – A natureza divina (ou seja, de Deus) de Jesus
  • Evangelho – As boas novas da obra completa de Jesus Cristo para salvar o homem do seu pecado
  • , a – Os ensinos de Jesus, especialmente o evangelho
  • Filho de Deus – Título de Jesus Cristo expressando que Ele é Deus
  • Graça – Aqui, o poder que Deus dá a alguém para servir no ministério do evangelho
  • Pecado – Desobediência a Deus
  • Profetas – Aqui, escritores das Santas Escrituras que prognosticavam a vida e ministério de Jesus Cristo
  • Ressurreição – Voltando à vida
  • Roma – A cidade mais honrada nos dias de Paulo; Onde César habitava
  • Santas Escrituras – Aqui, os escritos especificamente autorado por Deus conhecidos como os livros do Velho Testamento: Gênesis a Malaquias
  • Santos – As pessoas lavadas do pecado pelo sangue de Jesus
  • Senhor – Título dado a Jesus como Deus e rei
  • Servo – Escravo

RM003 | Romanos | Introdução Literária para Romanos

SONY DSC

O livro de Romanos é a primeira e a maior declaração de crença no cristianismo. Nenhum outro livro compara-se com sua completa e exata explicação do significado atrás da vida e do ministério de Jesus Cristo. Seus ensinos, porém, não eram organizados como livro escolar ou enciclopédia; Deus os juntaram numa carta. O apóstolo Paulo, guiado por Deus, apaixonadamente escreveu aos cristãos morando em Roma que sua salvação fosse estabelecida em Jesus Cristo. O livro é obra prima, mas não porque Paulo era um homem educado—embora que fosse—mas porque os ensinos originados com Deus mesmo. A personalidade de Paulo é vista da primeira à última palavra, mas o sopro de Deus lhes dá sua própria vida. Na verdade, Romanos é a Palavra de Deus sobre o significado do evangelho de Jesus Cristo.

RM001 | Romanos | Prefácio

A única maneira de conhecer a Deus é através do evangelho de Jesus Cristo. O evangelho é o pico mais alto na revelação bíblica de Deus. No cume a cruz está, na qual Jesus Cristo morreu para salvar o homem do pecado.

O evangelho é feito necessário em Gênesis…

O evangelho é comprovado necessário de Êxodo para Malaquias…

O evangelho é registrado historicamente de Mateus a João…

O evangelho é pregado em Atos…

Mas, somente em Romanos o significado do evangelho é explicado. Vivemos nos dias do crente neotestamentário. O evangelho, portanto, não está coberto de mistério, mas claramente nos dado. Não precisamos adivinhar quem o Messias será; já veio. A Sua obra de salvação foi realizada na cruz, testemunhada por muitos e registrada na Bíblia.

Muitas pessoas conhecem a história; porém, poucos entendem o significado. O significado do evangelho tem o poder para levar pecadores ao arrependimento e santos à alegria. Não há dúvida nenhuma que aquilo que os homens crêem sobre o evangelho determinará o estilo de vida deles e onde passarão a eternidade. Deus, portanto, forneceu o livro de Romanos para dar o significado do evangelho. Escrito por Paulo, insipirado por Deus, este documento estrategicamente dá argumento após argumento estabelecendo a verdade que nos leva a compreender o evangelho em toda a sua glória.

Sabendo da natureza transformadora de Romanos, este estudo é desenhado para ajudar o aluno entender claramente tudo que é registrado dentro dele. Palavras importantes são definidas; comentários claros são dados; e, perguntas-chave são feitas. Estudos pessoais e de grupos são facilitados por esta ferramenta.

Paulo, o escritor humano do livro de Romanos
Paulo, o escritor humano do livro de Romanos

O estudo é divido em seções de forma que elas ajudam o aluno no seu estudo ou o professor no seu ensino. Encontrará um sistema de numeração desenhado para ajudá-lo a entender exatamente onde você está nos pensamentos do escritor. Nos três dígitos (tal como 1.2.3), o primeiro é o número do capítulo, o segundo é o número da seção e o terceiro é o número do sub-seção. Pode facilmente se referir a estes números para saber onde está na linha de pensamento de Paulo. Antes de cada capítulo, há um esboço para dá-lo um resumo do seu conteúdo.

Você pode estudar o livro, indo de seção em seção, e completá-lo no período de tempo relativamente curto. Temos certeza que as verdade revelada por esta epístola transformará a sua vida eternamente. Que Deus te abençoe enquanto estuda a Palavra dEle!

(Clique aqui para ler um resumo dos 16 capítulos do livro de Romanos.)

Para continuar à próxima lição clique aqui: RM002 | Romanos | Introdução História para Romanos.