RM035 | Romanos 5:16 a 19 | Os Resultados do Ato de Adão versus os Resultados de Cristo

Texto Bíblico | De um Pecado de Adão Muitos foram Condenados, mas de um Dom de Cristo Pecadores São Justificados de Todos os Seus Pecados | 5.2.2

16 E não foi assim o dom como a ofensa, por um só que pecou. Porque o juízo veio de uma só ofensa, na verdade, para condenação, mas o dom gratuito veio de muitas ofensas para justificação.

17 Porque, se pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo.

 Texto Bíblico | Do Pecado de Adão Todos os Homens São Condenados, mas da Justiça de Cristo Todos Podem Ser Justificados | 5.2.3

18 Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida.

19 Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos.

Comentário

Paulo agora introduz o quatro “muito mais”. Se por um pecado de Adão a morte veio sobre todos, então “muito mais”“dom gratuito” (v.16), fornecido pela justiça de Cristo, pode vivificar todos os pecadores. Isto quer dizer que o pecado de um homem levou todos a pecarem (como v.12, “por isso que todos pecaram”) e, portanto, a morrerem. Deus somente precisava dum homem sem pecado para morrer pela justificação de todos os homens. Este homem era Jesus. (Para um estudo mais avançado, considere as palavras “uma vez” usadas em Hb 7:27; 9:12, 26, 28; 10:10; I Pe 3:18.)

Ser justificado do pecado não requer nada mais do que receber o dom—é gratuito. Por isso a obra de Cristo é ligada aos que “recebem a abundância da graça,” (v.17). Acima e além do que qualquer coisa que o pecador pode fazer, a graça de Deus faz, pela qual o homem pode ser salvo; isto é, justificado.


Todos os homens são condenados através do pecado de Adão (v.18). Ainda que isto não queira dizer que Deus pune  toda a humanidade por Adão, (que violaria a Suas palavras em Ez 18:14 a 17), mostra que a pecaminosidade de Adão foi herdada pela sua descendência de tal maneira que ela, na imitação do seu pai, pecará e morrerá também.

Esta situação trágica magnifica a grandeza de Cristo. Desde que somente um homem precisasse pecar para trazer condenação, então, justamente diante de Deus, somente um homem precisava viver em justiça para trazer justificação. Isto Jesus fez, e por isto crentes agora vivem eternamente (v.19)!

Perguntas Interativas

  1. Quantos pecados foram cometidos por Adão para trazer condenação sobre humanidade?
  2. O que alguém precisa receber para reinar em vida?
  3. O que muitos serão feitos pela obediência de um?

Palavras-Chave

  • Abundância – Acima e além; mais do que é necessário
  • Condenação – Sentença para punição
  • Graça – Favor; privilégio; algo bom recebido mas não merecido
  • Juízo – Julgamento
  • Justiça –  Aquilo que alcança o padrão perfeito de Deus (a Sua santidade)
  • Justificação – O resultado de alcançar a justiça de Deus pelos merecimentos de Jesus Cristo
  • Justos – Os que são retos, sem pecado, diante de Deus
  • Ofensa – Pecado
  • Ofensas – Pecados
  • Pecadores – Os que cometem mal
  • Pecou – Pecou
  • Reinarão – Dominarão
  • Reinou – Dominou

RM020 | Romanos 3:5 a 8 | A Vantagem do Judeu Revelada por Objeções Judaicos

Texto Bíblico | A Injustiça do Homem Magnifica a Justiça de Deus Embora Deus Odeie a Injustiça | 3.1.3

E, se a nossa injustiça for causa da justiça de Deus, que diremos? Porventura será Deus injusto, trazendo ira sobre nós? (Falo como homem. )

De maneira nenhuma; de outro modo, como julgará Deus o mundo?

Texto Bíblico | Deus é Justo Condenar um Homem que Faz a Salvação uma Razão para Pecar por Alegar que o Pecado Glorificará a Deus | 3.1.4

Mas, se pela minha mentira abundou mais a verdade de Deus para glória sua, por que sou eu ainda julgado também como pecador?

E por que não dizemos (como somos blasfemados, e como alguns dizem que dizemos): Façamos males, para que venham bens? A condenação desses é justa.

Comentário

Em terceiro lugar, o judeu argumentava que Deus não é justo estar com raiva contra aqueles cujo mal faz a bondade dEle parecer até melhor (v.5). Esta ideia néscia foi ouvida por Paulo mais que uma vez, mas o fato permanece que ainda que a bondade de Deus seja magnificada pelo pecado do homem, Ele ainda julgará todos os homens (v.6).


Em quarto lugar, os judeus argumentava se as mentiras e as obras más do homem fazem a bondade de Deus parecer melhor, então Paulo estava levando pessoas a viver no mal a fim de honrar a bondade de Deus. Paulo nunca disse isso e, portanto, não argumenta este ponto. Em vez disso, ele diz: “A condenação desses é justo” (v.8), pelo qual calou as bocas dos seus adversários nesta questão. Ele pensava Deus ser perfeitamente justo a condenar qualquer um que usa o evangelho como razão de viver no mal. (Note: Em v.6 Paulo disse: “Falo como homem.” Ele queria dizer que estava falando como se ele mesmo fosse seu adversário. Você achará Paulo fazendo isto em vv.7, 8, exceto o parêntese e a última frase sobre condenação. Entender isto faz sentido dos versículos.)

Perguntas Interativas

  1. O que alguns falsamente dissem que Paulo ensinava?
  2. Deus é injusto vingar o homem quando o pecado do homem, na verdade, exalta a justiça de Deus?

Palavras-Chave

  • Abundou – Ir além de um limite
  • Blasfemados – Zombados
  • Glória – Honra
  • Injustiça – Aquilo que está destituido do padrão de Deus e não é aceitável a Deus
  • Injusto – Alguém ou algo destituído da glória de Deus
  • Ira – Raiva de Deus expressada em vingança contra o pecado
  • Julgará – Aqui, determinará quem é justo e quem é injusto
  • Justiça – Aquilo que consegue o padrão de Deus
  • Mundo – Humanidade
  • Pecador – Entregue ao mal
  • Verdade – Interpretação absolutamente correta da realidade