RM035 | Romanos 5:16 a 19 | Os Resultados do Ato de Adão versus os Resultados de Cristo

Texto Bíblico | De um Pecado de Adão Muitos foram Condenados, mas de um Dom de Cristo Pecadores São Justificados de Todos os Seus Pecados | 5.2.2

16 E não foi assim o dom como a ofensa, por um só que pecou. Porque o juízo veio de uma só ofensa, na verdade, para condenação, mas o dom gratuito veio de muitas ofensas para justificação.

17 Porque, se pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo.

 Texto Bíblico | Do Pecado de Adão Todos os Homens São Condenados, mas da Justiça de Cristo Todos Podem Ser Justificados | 5.2.3

18 Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida.

19 Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos.

Comentário

Paulo agora introduz o quatro “muito mais”. Se por um pecado de Adão a morte veio sobre todos, então “muito mais”“dom gratuito” (v.16), fornecido pela justiça de Cristo, pode vivificar todos os pecadores. Isto quer dizer que o pecado de um homem levou todos a pecarem (como v.12, “por isso que todos pecaram”) e, portanto, a morrerem. Deus somente precisava dum homem sem pecado para morrer pela justificação de todos os homens. Este homem era Jesus. (Para um estudo mais avançado, considere as palavras “uma vez” usadas em Hb 7:27; 9:12, 26, 28; 10:10; I Pe 3:18.)

Ser justificado do pecado não requer nada mais do que receber o dom—é gratuito. Por isso a obra de Cristo é ligada aos que “recebem a abundância da graça,” (v.17). Acima e além do que qualquer coisa que o pecador pode fazer, a graça de Deus faz, pela qual o homem pode ser salvo; isto é, justificado.


Todos os homens são condenados através do pecado de Adão (v.18). Ainda que isto não queira dizer que Deus pune  toda a humanidade por Adão, (que violaria a Suas palavras em Ez 18:14 a 17), mostra que a pecaminosidade de Adão foi herdada pela sua descendência de tal maneira que ela, na imitação do seu pai, pecará e morrerá também.

Esta situação trágica magnifica a grandeza de Cristo. Desde que somente um homem precisasse pecar para trazer condenação, então, justamente diante de Deus, somente um homem precisava viver em justiça para trazer justificação. Isto Jesus fez, e por isto crentes agora vivem eternamente (v.19)!

Perguntas Interativas

  1. Quantos pecados foram cometidos por Adão para trazer condenação sobre humanidade?
  2. O que alguém precisa receber para reinar em vida?
  3. O que muitos serão feitos pela obediência de um?

Palavras-Chave

  • Abundância – Acima e além; mais do que é necessário
  • Condenação – Sentença para punição
  • Graça – Favor; privilégio; algo bom recebido mas não merecido
  • Juízo – Julgamento
  • Justiça –  Aquilo que alcança o padrão perfeito de Deus (a Sua santidade)
  • Justificação – O resultado de alcançar a justiça de Deus pelos merecimentos de Jesus Cristo
  • Justos – Os que são retos, sem pecado, diante de Deus
  • Ofensa – Pecado
  • Ofensas – Pecados
  • Pecadores – Os que cometem mal
  • Pecou – Pecou
  • Reinarão – Dominarão
  • Reinou – Dominou

RM033 | Romanos 5:6 a 11 | Os Resultados da Justificação pela Fé

Texto Bíblico | Justificação pela Fé Dá ao Homem a Demonstração sem Igual do Amor de Deus | 5.1.4

6 Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios.

Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer.

8 Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.

Texto Bíblico | Justificação pela Fé Dá ao Homem Reconciliação com Deus | 5.1.5

Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira.

10 Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.

11 E não somente isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora alcançamos a reconciliação.

Comentário

Jesus Cristo morreu pela humanidade no tempo perfeito (v.6). Ele não era nem cedo nem tarde. A sua morte veio quando era bem óbvio que o homem precisava dEle. Todos os esforços do homem para fazer as coisas por si mesmo ao longo do tempo têm falhado. A história condena a humanidade como desesperadamente culpada diante de Deus. Isso magnifica o amor de Deus (e dá ao crente a maior razão para colocar a fé nEle). Ainda que poucos morram por alguém que não está machucando outros, ou ainda que alguns talvez morram por um homem que tem a vontade de ajudar outros (v.7), Jesus Cristo morreu pelos pecadores (v.8)! Não há amor maior do que isso! (Para um estudo mais avançado considere como um crente pode esperar para a graça de Deus suprir as suas necessidades na hora certa como a morte de Cristo pelos ímpios aconteceu na hora certa. Esta  é a conexão entre versículos 1 a 5 e 6 a 8.)


Versículo 9 começa com os famosos quatro “muito maises” de capítulo 5. (Estes são famosos porque maravilhosamente mostram que a grande obra de Deus através de Cristo excede o dano causado pelo pecado. Também, a obra de Cristo para justificar pecadores é superior a qualquer outra oferta feita por religões rivais.)

Primeiro, desde que Deus justifique pecadores pela morte (“sangue” v.9) de Jesus Cristo, então Ele “muito mais” jamais mostrará raiva (“ira”) estando agora desculpados. Isto plenamente significa que um homem que tem sido justificado permanecerá justificado. Segundo, desde que Deus estivesse disposto a trazer seus inimigos de volta no seu favor pela morte do Seu Filho, então “muito mais” os guardará no Seu favor, sendo agora Seus amigos, e Ele tem ressuscitado dos mortos (v.10).

Paulo então interpõe uma terceira razão depois do segundo “muito mais.” Ele disse: “E não somente isto, mas também nos gloriamos” (v.11). Lembre-se de que a primeira razão que crentes se gloriam é porque têm a esperança da glória de Deus (v.2). A segunda é que têm a graça de Deus em tribulação (v.3). Agora, a terceira é que têm Deus mesmo através da reconciliação de Jesus Cristo. Não há uma maior razão para se gloriar!

Perguntas Interativas

  1.  A qual tempo Cristo morreu pelos ímpios da humanidade?
  2. O que somos quando Cristo morreu por nós?
  3. O que nos justifica?
  4. O que nos reconcilia com Deus?

Palavras-Chave

  • Gloriamos – Aqui, regozijamos
  • Ímpios – Sem Deus; maus
  • Ira – Raiva
  • Justificados – Ser feito desculpado diante de Deus
  • Justo – Sem culpa
  • Pecadores – Os que têm a propensão para o mal
  • Prova – Demonstra de tal forma que não há mais uma dúvida
  • Reconciliação – Relacionamento restaurado
  • Reconciliados – Os cujo relacionamento está restaurado